Nunca como hoje a Rua da Centieira esteve tão arranjada e bonita. É um desabafo que se ouve a todos aqueles que lá vivem e nela fazem a sua vida.

Considerada por muitos académicos a Alfama do Parque das Nações, é uma rua com um dos pedaços de história mais antigos da cidade.

Sendo uma rua de gente humilde, é ao mesmo tempo uma rua de gente com grande dignidade e valor, gente que lutou uma vida pela sua liberdade, gente boa e feliz.

O arranjo ajardinado colocado na sua entrada revela bem o pormenor e o cuidado que a Junta de Freguesia colocou nesse local. Onde antes havia lixo e desordem, hoje há dignidade que convida ao convívio partilhado entre a sua população. Onde antes havia alheamento por parte do poder autárquico, hoje existe um carinho especial feito de afetos por parte da atual Junta.

Não podíamos deixar de referir o valor intrínseco do Grupo Recreativo Centieirense, não só pelo que representa no seio daquela comunidade, como também pelo muito que representa no panorama geral da freguesia.

Convidamos toda a gente a visitar esta jóia da nossa freguesia, e admirar os pátios interiores tão bem guardados a par de uma prova de petiscos nos seus restaurantes e cafés.