A princípio, também, fomos críticos e divulgámos o nosso incómodo junto do executivo da Junta de Freguesia, bem como as restantes forças partidárias que a censuraram relativamente ao vazio do separador central da Avenida D. João II.

Contudo, quem agora percorre essa avenida e aprecia a qualidade dos arranjos florais aí colocados, não pode ficar indiferente à enorme qualidade ambiental e paisagística.

Neste sentido, a AMCPN está satisfeita pela obra conseguida e orgulhosa pelo trabalho da nossa Junta de Freguesia. Não só dignifica essa avenida, como retrata a qualidade de vida que se pretende mostrar a quem nos vista.

Era bom que todos o demonstrassem da mesma forma.